Sobre o Evento

O Seminário Jogos Eletrônicos, Educação e Comunicação  –construindo novas trilhas, está na sua décima edição, dando continuidade e fortalecendo as discussões iniciadas em 2005, na UNEB, que contribuíram para a criação da Rede Brasileira de Jogos e Educação (RBJE),  tornando-se um marco para pesquisadores da área. A décima edição tem como desafio estabelecer uma interlocução entre jogos eletrônicos educação, saúde e inclusão social na perspectiva da acessibilidade digital. Nesta lógica o objetivo principal é reunir uma rede de pesquisadores e desenvolvedores de jogos a fim de discutir e explorar esse novo campo de estudo e produção, onde todos tem  direito a jogar.

O processo de reabilitação neuropsicológica através do uso dos games será apresentado como uma proposta inovadora no âmbito das práticas de saúde mediante a apresentação do Project Neumann. E a inclusão social será discutida a partir dos diversos recursos de acessibilidade digital atrelada aos games de forma a garantir o direito universal de todos ao jogo.

Além disso  o X Seminário Jogos Eletrônicos, Educação e Comunicação – Construindo novas trilhas , que será realizado no período de 29 e 30 de abril de 2014, em Salvador, confirma os propósitos de socializar os trabalhos que tem sido  produzidos em diversas regiões brasileiras e  intensificar o foro de debates sobre diferentes perspectivas, marcando no cenário nacional e internacional um espaço diferenciado para reflexão e desenvolvimento dos jogos eletrônicos dentro do contexto educacional, cultural e inclusivo.

Acrescentando ainda que a realização da décima edição do seminário tem a intenção de fortalecer os grupos que foram criados a partir de 2005, socializando as pesquisas e projetos de desenvolvimento de jogos eletrônicos voltados para educação e áreas emergentes, desmistificando e potencializando a presença destas mídias no cenário nacional e internacional.

Nos anos anteriores o Seminário possibilitou as presenças das representações das instâncias políticas em nível federal e estadual, a exemplo da FINEP e Ministério de Cultura - MINC a fim de discutir com os participantes  políticas e ações voltadas para o segmento games. Estas participações têm sido significativa na construção de um olhar diferenciado para estas mídias, principalmente para o MINC que através da Secretaria de Audiovisual vem compreendendo-as como elementos audiovisuais. Em sintonia com estas políticas a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia desde  2008 abriu um espaço para discutir a emergência de uma Rede Audiovisual na qual teria a representação dos games. E em 2013 elegeu com maior votação uma pesquisadora da área de games para ter representação no  Colegiado de Cultura Digitais

E por fim, a realização deste evento está em aderência com as demandas criadas pela forte presença da cultura midiática na contemporaneidade e suas diversas formas de imersão em espaços diferenciados  e público distinto.

 



Objetivos

  • Realizar um Seminário sobre Jogos Eletrônicos, com a finalidade de agregar, nacionalmente, esforços para potencializar este tema dentro do espaço acadêmico.
  • Fomentar os debates entre os pesquisadores e desenvolvedores de jogos eletrônicos.
  • Socializar as pesquisas que vem sendo desenvolvidas no Brasil em torno dos jogos eletrônicos, sinalizando assim, o potencial interativo desses elementos tecnológicos.
  • Implementar a cultura dos games na sociedade contemporânea, apontando suas possibilidades pedagógicas e comunicacionais.
  • Configurar e consolidar os estados do nordeste como espaços potenciais para o desenvolvimento tecnológico e científico sobre jogos eletrônicos e educação
  • Fomentar o debate sobre o desenvolvimento de games na perspectiva da diversidade enfocando possibilidade, avanços e desafios.
  • Socializar pesquisas na área de games, experiências de sucessos e desafios, delineando este novo cenário de experiências videolúdicas
  • Promover um espaço de discussão e socialização dos projetos e pesquisas que vem sendo realizadas sobre jogos eletrônicos e educação na Educação básica e superior subsidiando a construção de novas práticas pedagógicas.